domingo, 9 de dezembro de 2012

Superação e Vitória

 Atriz e Estudante de Teatro da UFRN

Por Lúcia Freire

“O quão poderosa é a palavra?” Perdi as contas de quantas vezes a palavra reverberou em mim de uma forma negativa. Quem a proferia (assim imagino) acreditava que não era forte o suficiente para deixar cicatrizes. Mas quando cada um daqueles comentários ecoava em meus ouvidos – seguidos sempre das risadas e dos rostos que se deleitavam com a brincadeira – me doía muito forte.

O desequilíbrio emocional me fazia comer compulsivamente, e à medida que eu engordava, o número de comentários aumentava… E por um “gordo” período de tempo segui calada, engolindo todas as piadas e todos os pratos de comida que apareciam. O ressentimento me acompanhou 24h/7 dias na semana. Meus amigos seguiam dizendo “não dê ouvidos, você pode estar gordinha, mas é linda”, mas eu e meus 18 kg a mais na balança não conseguíamos acreditar.

A marca é tão profunda que mesmo agora, quase um ano depois de eu ter me apaixonado por mim, ainda me dói falar sobre. Mas acredito que ao expor minha vitória/minha superação, e ao conseguir falar sobre isso tão abertamente, estou finalmente virando esta página na minha história. Hoje estou 18 kg mais magra, com melhor condicionamento e me amando muito mais do que em outras épocas. Há quase um ano atrás, resolvi lutar por mim! Busquei o melhor para mim e hoje conquistei o melhor de mim.

E é por essa fase maravilhosa que estou vivendo ser tão “de mim para mim” que resolvi começar os meus relatos nesse blog por ela… Ame-se. Ame-me. Amo-me. Amo-te. Por inteiro! As nossas diferenças são o que nos dá um charme.

E seja muito bem-vindo…

VERSEJOS
de arte, coração e alma.
http://versejos.wordpress.com/

Um comentário:

  1. Arrepiada com este texto!Deus sabe o tempo certo para tudo.
    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...