sexta-feira, 20 de maio de 2011

ARROZ DE CARANGUEJO


O Gatão quarentão


Pode ser que alguém goste de farra, mas igual ela eu não conheço.
.
Festeira por natureza. Organizadíssima. Anfitriã de mão cheia.
.
A Flor, minha amiga, é uma dessas pessoas. Ela nasceu para sorrir, sonhar, sofrer de vez em quando e, acima de tudo, viver a vida do jeito que a vida quer. Vez por outra, dependendo do grau da dificuldade – e são muitas - leva uma queda, mas com sua fortaleza lá está ela novamente de pé, festejando a tudo ou arranjando ao que festejar
.
Nos quarenta anos do seu "Gatão" – é assim que ela chama o marido –, numa sexta-feira à noite, ela organizou uma festança para os muitos amigos. Afinal ele estava entrando nos “enta” e esse era um motivo a mais para ela comemorar. Dali pra frente o seu gatão seria um quarentão.
.
Uma festa maravilhosa, chiquérrima, a decoração, a música, o serviço... Com tudo o que seu gato gostava e tinha direito.
.
Lá pelas quatro da manhã, só restando à turma da resistência, ela chega para mim e pergunta:
- Vamos tomar banho de piscina na casa de “Vizinha”?
.
- Vamos. Respondi de pronto.
.
Vale salientar que “Vizinha” era a minha vizinha mesmo e que para irmos até lá tínhamos de atravessar a cidade. Até aí tudo bem. Mas alguém teria que avisar a “vizinha” e naquela época não existia celular. Imagine você, uma pessoa ir dormir tarde e ainda ter que atender ao telefone antes das cinco da manhã!
.
A desculpa de Flor era:
.
- Eu não mandei ela sair cedo da festa!
.
E ligamos. Do outro lado da linha uma voz tenebrosa atendeu.
.
- Alôoo????!!!
.
E as bêbadas do lado de cá, cantando:
.
- Acorda bela, abre a janela vem ver o luar... Estamos indo praí tomar banho de piscina  e levando tudo.
.
- Podem vir. Respondeu ela.
.
E lá se foi à caravana com as malas dos carros repletas de comida e bebida.
.
No meio da manhã do sábado, com a segunda convocação, começou a chegar mais gente, um deles com um sanfoneiro a tira colo. O forró começou a comer no centro.
.
Fizemos um arroz de caranguejo para levantar e moral do povo.
.
O Gato começou a dormir pelos cantos - coisas da idade – e a Flor comemorando seus quarenta anos.
.
Às dez da noite consegui transpor o muro que separava a minha casa da casa de "vizinha".
.
Gatão, marido da minha amiga, só conseguiu colocar na cabeça dela que já estava bom de tanta comemoração às dez horas da manhã do domingo.
.
Pense num aniversário!


Arroz de Caranguejo
Ingredientes
600gr de carne de caranguejo (catada e lavada)
Suco de 1 limão
1 bom fio de azeite
2 cebolas raladas
3 dentes de alho amassados
400gr de tomates pelados
Sal a gosto
Pimenta do reino a gosto
Pimenta de cheiro a gosto
½ xícara de coentro picado
3 xícaras de arroz
5 xícaras de caldo de peixe (ou camarão) fervente (aproximadamente)
1 xícara de leite de coco

Modo de Fazer
Cate e lave a carne de caranguejo.
Tempere com o suco de limão e sal.
Leve ao fogo uma panela grande e refogue a cebola e o alho no azeite, acrescente os tomates pelados e deixe levantar fervura.
Coloque a carne de caranguejo. Tempere com a pimenta do reino, a pimenta de cheiro e coentro e acerte o sal, misture bem.
Deixe cozinhando, mexendo sempre, até começar a secar.
Acrescente o arroz e misture bem.
Coloque o caldo de peixe fervente, tampe a panela e deixe em fogo baixo até ficar quase seco.
Coloque o leite de coco e mexa levemente com um garfo para que ele se incorpore ao arroz.
Deixe secar completamente.
Sirva imediatamente.


17 de abril de 2011

Um comentário:

  1. Gosto deste blogue!

    Podes adicionar o meu aos links sff?

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...